Header Ads

Shiritsu Bakaleya Koukou

Dois colégios diferentes, um só para garotas e outros para garotos, precisam se unir em uma única instituição, mas nem dos alunos está muito feliz com essa situação.

Mídia: J-drama
Exibição: 2012
Episódios: 12
Demografia: shounen
Gêneros: ação, drama, escolar, comédia

Sinopse: O Colégio Bakada é uma conhecida escola yankee, onde os alunos só sabem lutar, mas repentinamente, a escola será unida a Academia Cattleya, uma escola apenas para garotas, onde as alunas são ricas e muito refinadas. No entanto, os alunos do Bakada e da Cattleya são incapazes de aceitar uns aos outros, já que são totalmente opostos. Assim, começa a difícil convivência entre os yankee e as princesas.

Tatsuya e a "gangue".
Comentários: Quando comecei a ver não esperava muito porque todos os atores e atrizes fazem parte da empresas de formação de artista Johnny’s Junior ou do AKB 48. Mas a história é surpreendentemente boa.

A trama gira em torno do grupo liderado por Tatsuya Sakuragi (Morimoto Shintaro) e seus valores. Os meninos estão acostumados as suas vidas de lutas e rivalidade com outras escolas, vivendo suas próprias regras, sem se importar com a hierarquia escolar. Por isso, a chegada das garotas ao Bakada com o objetivo de transformá-la em um Cattleya No. 2 não os agrada em nada.

Do outro lado, temos Shingyoji Fumie (Shimizaki Haruna), que quer tornar o local um ambiente sadio e adequado, trazendo para o Bakada o que há de melhor no Cattleya. Mas apesar de ser durona, que gosta de seguir regras, aos poucos, Fumie começa se aproximar dos garotos e entender melhor suas motivações.

Achei que a história seria mais focada na adaptação das meninas, mas acaba se centrando mais nos dilemas e comportamentos dos garotos. Mostrando como os garotos pensam, os seus valores, seus objetivos e o que prezam. A maioria do grupo principal dos meninos teve suas histórias destrinchadas, que quase sempre se focava em algum problema ou trauma do passado que acabava por influenciar suas escolhas e ações, talvez o único que não tenha um episódio focado nele seja o Satoshi (Tanaka Juri).
Saya, Fumie (sentadas á frente) e Sayuri (em pé no centro).

Aliás, os protagonistas estão muito bem construídos, com dramas e personalidades próprias que divergem e combinam entre si, sem falar que a química entre os atores Morimoto Shintaro (Tatsuya) e Matsumura Hokuto (Tetsuya) está perfeita. Outro destaque fica para Kyomoto Taiga, que interpreta Maya, que protagoniza, ao lado de Mitsumume Kaoru (Saiyuri) um dos episódios mais tristes da série.

As garotas não tem tanto destaque, Fumie e Ushimoriya Saya (Oba Mina) são as únicas que aparecem bastante e tem relevância na história.

As atuações estão muito boas, as lutas são incríveis. No começo achei que seria algo bem ao estilo YanMega, mas elas são muito bem coreografadas e dinâmicas. Os garotos devem ter treinado muito, pois eles lutam em praticamente todos os episódios. A abertura é bem divertida, a música é bem animada, pena que ela repete tanto no decorrer dos episódios que acaba enjoando um pouco.


Maya em ação, só para saciar meu lado fangirl.

Vale a pena? Achei fantástico. Não tem muito romance, apenas velado, mas todas as outras partes são muito boas. As lutas, a comédia e a interação entre os personagens compensa.

Onde encontrar: Pode ser encontrado no Hey, Guren!

Bakada e Cattleya juntos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.