Header Ads

Le Theatre de A [Parte Um]

Primeira parte da coletânea de oneshot góticas de Nakamura Asumiko.

Mídia: mangá
Publicação: 2005 - 2008
Autor: Nakamura Asumiko
Demografia: josei
Gêneros: fantasia, drama, psicológico

Sinopse: Coletânea de dezesseis oneshots com temáticas fantásticas e estética gótica.

Alice A.
Comentários: Essa análise é um pouco diferente das que geralmente faço, pois decidi dar uma pequena sinopse e um comentário curtinho sobre cada história. Pensei em comentá-las separadamente na coluna Sem Tempo, mas algumas são interligadas entre si e ficaria um pouco confuso.

Eu particularmente sou fã do traço da Asumiko, que foge ao padrão de mangá, com figuras mais alongadas, sombrias e esnobes, bebendo em vertentes gráficas francesas. Ela dá bastante importância aos detalhes de vestimenta, cabelo e cílios, tornando as ilustrações pequenas obras de arte. O destaque fica para o fato de ser um mangá colorido.

A maioria das histórias traz temática fantástica ou são releituras de contos de fada ou clássicos. A maneira como a autora reinventa temas conhecidos, dando outra abordagem é muito inteligente e inovadora. Entretanto, Asumiko tem uma forte pegada para shounen-ai e lolicon, ou seja, uma ou outra história traz essa temática, e isso pode não ser do agrado geral.

Vale a pena? Sim, embora em todas as histórias são fáceis de entenderem de primeira, todas são muito inteligentes, inovadoras ou intimistas. Para quem gosta de fugir do comum, muitos finais são melancólicos, agridoces ou largados sem conclusão.

Onde encontrar: Como nenhuma scan traduziu a obra por completo, cada história traz um link próprio de onde pode ser encontrada.

Chega de papo e vamos as oneshots:

[Parte Um]

1 - Tenshin no Tamago (ou Oeufs D Ange)


Uma jovem artista pinta diariamente um belo modelo e lhe oferece os tipos mais diferentes de ovos enquanto ele posa, mas ele sempre rejeita. Quando, ela finalmente descobre o tipo que ele aprecia, seu trabalho já está quase no final. Entretanto, o jovem desaparece, deixando seu trabalho incompleto.

Se eu tivesse conhecido Le Theatre de A por essa oneshot provavelmente teria abandonado a coletânea. É a história mais sem graça de todo o livro. Previsível, cômoda e não muito memorável. Tem o final feliz, o que é uma raridade para as oneshots da Asumiko, mas mesmo assim não é marcante.

Link: Em português no Central de Mangás, tradução feito pelo Tsumi Scans

2 - Velvet Going Underground
A trama gira em torno de Gepetto e sua Pinnochio, que pode se transformar em humana quando tocada pela luz da lua. Ela é obcecada por seu criador, mas ele rejeita seus sentimentos amorosos. Afastados, ela desponta numa carreira artística enquanto ele se deixa tomar pelo ostracismo. No final, Gepetto desaparece e Pinnochio o reencontra dentro da barriga de uma baleia, onde tem a chance de despedir de seu criador.

VGU traz uma releitura do conto Pinnochio, mas não é uma fada que transforma nossa boneca em humana, mas a luz do luar. A garota tem uma obsessão por seu criador e tenta de tudo para conquistar seu coração, mas ele a vê como uma filha e repudia seus sentimentos. Assim, ela se afasta seguindo outros rumos na tentativa de esquecer seu pai e amante. O final é delicado e tocante, mas também um pouco grotesco.

Link: Em inglês no My Mangá Online.

3 - Childhood's Ends

Somos apresentados a Alice, uma garota pequena e frágil que deseja agradar uma pessoa misteriosa chamada Alastair, embora sua família se oponha ao seu desejo. Infeliz, ela encontra pela primeira vez o Coelho, que está disposta a fazê-la feliz, pois garotas bonitas não devem chorar.

Releitura de Alice no País das Maravilhas, essa oneshot é diferente porque ela é a primeira parte da trama que ronda Alice e Alastair. Apesar de ser uma coletânea de oneshots, algumas tem ligações entre si, como as focadas em Alice A. É uma oneshot misteriosa, que traz não só a dualidade física do corpo da personagem, mas também sua dualidade mental. O momento em que o vento levanta o vestido de Alice e o Coelho dá uma boa olha em sua intimidade é crucial para mostrar o quando Alice se sente deslocada, mas não com sua situação, mas com o mundo que a cerca e não a compreende.

Link: Em inglês no Le Pips Scans.

4 - Bite Me Something

Após seu primeiro encontro com o Coelho, Alice decide segui-lo e se vê em um local chamado Wonderland, uma espécie de festa, onde existem muitas outras Alices, além de outros personagens dos livros de Lewis Carrol. Logo que chega, Alice perde o Coelho de vista, mas acaba sendo escolhida como rainha pelo Rei de Copas, mas não parece muito contente com isso.

Segunda parte da trama de Alice A. e a que eu menos entendi. Isso porque só consegui achar a história em chinês e eu não entendo nada da língua e tive que ficar usando o tradutor. Mas basicamente, é mais um passo dentro da aceitação de Alice e Alastair e sua chegada a um local onde finalmente ela se sente segura e sabe que ninguém irá julgá-la por suas escolhas e vontades. É interessante perceber como ela se apega ao Coelho como uma âncora, como se a presença dele respaldasse suas vontades, sem medo de repreensões.

Link: Em chinês na Tieba.

5 - Long Along Alonging

Youko é uma garotinha que desperta um vampiro durante uma excursão ao castelo do empalador Vlad Tepes. Almejando se tornar pupila do vampiro ela está disposta a fazer qualquer coisa. O vampiro então lhe pede que trouxesse um turista como almoço, ao que a garota concorda. Rapidamente, Youko lhe traz um rapaz jovem e bonito, entretanto, ele é um exorcista/caçador de vampiros e pulveriza o vampiro, transformando-o em cinzas.

Primeira parte das aventuras da Youko. Assim como acontece com Alice A., a aprendiz de caçador de vampiros aparece em várias oneshots que se ligam entre si. Diferente de todas as outras histórias do mangá, as protagonizadas por Youko e sua trupe tem um tom mais cômico e escrachado, mostrando o dia a dia dela ao lado de seu mestre. É engraçado ver como Asumiko consegue em poucas páginas, fazer com o que o leitor se interesse pelos personagens. O vampiro é simplesmente genial.

Link: Em português na Central de Mangá, tradução feita pelo Tsumi Scans.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.